Plano de Saúde cobre Cirurgia de Redução de Mamas?

1 de setembro de 2021

Plano de Saúde

Quando uma mulher pensa em realizar uma mamoplastia, a cirurgia de redução de mamas, o valor pode ser uma das questões. Saber quanto custa uma cirurgia de redução de mama e se o plano de saúde cobre mamoplastia influi muito nessa decisão, que envolve além da saúde, a autoestima da paciente.

O que é mamoplastia, a cirurgia de redução de mama?

A mamoplastia redutora, também conhecida como cirurgia de redução de mamas, é um procedimento cirúrgico destinado a corrigir deformidades no tamanho dos seios. Na mamoplastia de redução, o médico remove o excesso de pele, de gordura e de tecido glandular, para atingir um tamanho proporcional de acordo com o biotipo e estrutura corporal da paciente.

O objetivo da cirurgia de redução de mama é aliviar o desconforto associado aos seios muito grandes, assim como problemas de coluna e de postura, dores nas costas e de cabeça, baixa autoestima, depressão, dermatite e marcas acentuadas nos ombros por causa do sutiã. A condição pode também limitar a prática de atividade física.

Como funciona a cirurgia redução de mama?

A cirurgia de mamoplastia redutora costuma durar de 2 a 4 horas, compreendendo o período de preparação anestésica e a paciente fica internada por 24 horas, sendo liberada após esse período, se não houver nenhuma ocorrência no pós operatório da mamoplastia. Antes de realizar o procedimento de redução mamária, o médico pode solicitar alguns exames de sangue e também uma mamografia. É importante seguir todas as orientações do pré operatório da mamoplastia em relação a medicamentos, alimentação e cuidados, para evitar qualquer problema durante a operação.

Geralmente, as cicatrizes da cirurgia para diminuir a mama são em formato de “T” invertido ou de âncora. Não existe uma quantidade padrão de mama a ser retirada na redução de seios, vai depender de alguns fatores, como dimensão do tórax, satisfação pessoal e o grau de hipertrofia mamária. De modo geral, a cirurgia diminuir mama é feita sob anestesia geral, associada à anestesia local. A recuperação da cirurgia para reduzir a mama dura cerca de 1 mês e é preciso usar um sutiã especial para garantir um bom resultado. O resultado da redução da mama é imediato e costuma ser bastante agradável. Porém, leva de 6 meses a 1 ano para que a cirurgia de redução de mama chegue a seu resultado definitivo.

O plano de saúde cobre cirurgia de redução de mamas?

Muitas pessoas se perguntam se o preço mamoplastia redutora é muito caro e se o convênio cobre a cirurgia de diminuição dos seios. O plano de saúde cobre cirurgia de redução de mama em caso de comprovada necessidade médica, quando o procedimento é necessário para a saúde da mulher. Ou seja, quando o excesso de peso dos seios está causando problemas como dor na coluna ou nas costas, por exemplo, será necessária a apresentação da prescrição médica com o problema de saúde da paciente, prazo de urgência da cirurgia e laudo médico atestando para os devidos fins que a cirurgia para redução de mama não tem cunho estético.

Após a liberação da realização da cirurgia de redução de mama pelo plano de saúde, o convênio médico arca com os seguintes custos: internação, cirurgia e honorários do profissional escolhido.

Quando o plano de saúde cobre a mamoplastia redutora?

O plano de saúde cobre cirurgia de diminuição de mama quando o procedimento é necessário para a saúde da mulher, ou seja, quando o tamanho dos seios, comprovadamente, causa problemas ou aumenta determinados riscos à saúde. Entre os exemplos, quando o excesso de peso dos seios causa danos à coluna, à pele ou problemas nas costas.

Qual plano de saúde cobre redução de mama?

A cirurgia de redução de mama é coberta pelo convênio médico Amil, plano de saúde Notredame Intermédica, convênio Bradesco Saúde, plano de saúde SulAmerica, Allianz convênio médico, Porto Seguro Saúde e Prevent Senior. A unimed cobre redução de mama, assim como as outras operadoras, mas em todas será preciso que o médico faça a prescrição solicitando e justificando a cirurgia de redução de seios.

Quanto custa a cirurgia de redução de mama?

A preocupação referente redução mamária valor é justificada, uma vez que a cirurgia de mamoplastia redutora pode custar de R$ 5 mil a R$ 20 mil, aproximadamente. Para saber se o plano de saúde cobre mamoplastia, ou seja, se tem cobertura para cirurgia de redução de mama, antes de mais nada, é preciso verificar qual o tipo de plano, como é o caso do Plano de Saúde Unimed Hospitalar ou de Referência. Assim como a unimed plano de saúde, existem planos que oferecem cobertura para cirurgias e internação por tempo prolongado. A cirurgia de redução de mama pelo convênio Bradesco também é feita. No caso da mamoplastia redutora, a paciente costuma ficar no hospital entre 12 e 24 horas.

Quanto custa a cirurgia de redução de mama pelo plano de saúde?

Nada, desde que haja prescrição médica para tratamento de cobertura obrigatória pelos planos de saúde. Mas lembre-se de que é preciso ter um tipo de plano de saúde com internação, como plano hospitalar ou plano referência. A cirurgia de redução de mama, quando tiver objetivo meramente estético, não é coberta pelo plano de saúde. Se a mulher se interessar pelo procedimento de redução dos seios nesta ocasião, deverá pagar os valores para realizá-lo por meio de profissionais particulares.

Como solicitar a cirurgia de redução mamária pelo plano de saúde?

O primeiro passo para solicitar a cirurgia de redução das mamas é marcar uma consulta com um médico que possa avaliar sua condição. Caso já sofra de dores na coluna, procure um ortopedista para avaliar a causa do problema. Um clínico geral também está apto para avaliar a condição e, se necessário, encaminhar o caso para um especialista. A cirurgia para redução de peito é voltada para a diminuição do tamanho dos seios, entretanto, vestir um número grande não é o único requisito que será considerado. Por isso, o médico faz um balanço entre altura, tamanho do tórax, peso e formato do corpo.

Após a confirmação da necessidade da cirurgia plástica redução de mama, o médico deve emitir um laudo que aponte problema de saúde, possibilidade de adquirir alguma patologia, razões clínicas e indicação da cirurgia para diminuir mama. Quanto mais claro e detalhado o laudo para a cirurgia de redução da mama, e mais urgente a necessidade da redução de mama, como em casos de impossibilidade de trabalhar, andar, se exercitar, dormir e realizar atividades simples do dia a dia, maiores serão as chances de conseguir agilidade na cirurgia redutora de mama.

O que o plano de saúde cobre na mamoplastia redutora?

Na redução de mama pelo convênio, após conseguir a autorização onde o plano de saúde cobre redução de mama, a operadora deverá custear internação, cirurgia e honorários dos profissionais. Se o cirurgião não for credenciado ao plano de saúde para mamoplastia, o beneficiário pode pedir reembolso se isso estiver previsto no contrato ou se a rede credenciada não oferecer nenhum profissional que realize a diminuição da mama. Caso não haja previsão de reembolso no contrato do plano de saúde, o paciente continua podendo optar por um profissional particular que não seja vinculado à operadora. Sim, convênio cobre redução de mama, mas por isso é tão importante que a autorização médica seja rica em detalhes e deixe bem claro todas as necessidades da paciente.

Quais as regras em relação ao período de carência?

Caso o plano de saúde tenha sido contratado recentemente, quando não há doença preexistente, a carência para cirurgias costuma ser de 180 dias, conforme a ANS. No entanto, caso a mamoplastia redutora tenha que ser realizada em caráter de urgência ou emergência, a carência é de 24 horas a partir da data de assinatura do plano de saúde. Muitos convênios médicos têm procurado oferecer serviços extras ou desburocratizar o atendimento como um diferencial para seus beneficiários. Consulte seu corretor da Rotta Seguros para tirar suas dúvidas sobre plano de saúde e cobertura de convênio médico para cirurgia de redução de mamas.

A cobertura para redução de mama não precisa ser um processo desgastante, desde que você se informe que reuniu os documentos necessários antes de entrar com o pedido. Assim, nenhum contratempo poderá atrapalhar o procedimento. Não perca mais tempo e comece hoje mesmo a reunir a documentação para dar início ao processo da cirurgia de redução de mama pelo plano de saúde.

 


Deixe um Comentário



Open chat